sábado, 21 de novembro de 2009

Faz tempo

Sonho sempre sobre o sol
Sentado sinto
A sombra sobre mim
Sob a sola
Sou a sobra
OBRA

Tenho tanto tempo
Tudo tenho
Todo tempo
Tanto tido
Trancafiado trinco
Tísico start
ARTE

Bando de Bobo
Brincam
Batem
Bolam um bico
Beijam
Bica
Birita
Bituca
Boca barrenta
Buca
Cumbuca
Cumbica
VIDA

ACABOU

Chris Clown

Um comentário:

  1. Gostei do brincar com as palavras, o ritmo, a cadência. Musical este poema.

    ResponderExcluir